Entendimento teórico, embasamento histórico e exercícios práticos

O Curso de Teoria e Harmonia Musical trata da música de maneira ampla mas parte do básico: desde a compreensão dos intervalos até a análise dos campos harmônicos e suas funcionalidades.

Traz contextualizações históricas, passa por exercícios práticos e incentiva a troca de experiências entre os participantes, além da própria interação durante as aulas.

O curso é online, com aulas síncronas (ao vivo), em turmas com número reduzido, de no máximo 10 pessoas. Serão 32 encontros, com 1:30 de duração, num total de 48 horas aula.

Será necessário um número mínimo de 4 participantes para formar as turmas.

Pessoas com interesse em áreas diversas na música, como arranjo, improvisação e composição.

Para quem tem a curiosidade em saber mais como a música funciona.

Por se tratar de um curso teórico, é voltado para pessoas que tocam qualquer instrumento, além de compositores, arranjadores e produtores. Não se trata, portanto, de aulas voltadas para a técnica de um instrumento específico.

Turma 1 – Terças

19:00 às 20:30 (horário BSB)

Início dia 28.02.2023

Turma 2 – Quintas

8:30 às 10:00 (horário BSB)

Início dia 02.03.2023

Os primeiros 10 encontros acontecem entre 28 fevereiro e 04 de maio, e depois, mais 22 encontros entre 20 de junho e 30 de novembro.

Estímulo à troca de saberes 

Trabalhar com um pequeno grupo de pessoas, que vão estudar música o ano todo, podendo compartilhar experiências, dúvidas, materiais e referências.

O curso terá material didático próprio, elaborado ao longo de quase duas décadas de ensino de música.

Embasamento histórico

Durante todo o curso o processo histórico será abordado. Entender a evolução do pensamento sócio musical, não só pelo olhar do eurocentrismo e a evolução tonal, mas também observando como as ondas migratórias, muitas delas forçadas, resultaram em trocas sócio culturais que moldaram e continuam a moldar a música do mundo.

Como funciona a música, aspectos físicos de ondas e acústica

Diferenças entre harmonia e melodia

O que são e como reconhecer os intervalos musicais

Diferenças culturais e formas diversas de fazer música pelo mundo

Aspectos históricos e evolutivos da música modal

Música tonal: como funciona?

Entendendo tríades e formação harmônica

Entendendo a escala maior, de onde veio, a história e por que ela é tão importante para o desenvolvimento da música ocidental

Entendendo os graus do campo harmônico

Montando acordes em tríades e inversões

Tétrades

Montando acordes com tétrades e inversões

Funções do campo harmônico maior

Entendimento do campo menor harmônico

Entendimento do campo menor melódico

Progressão harmônica e funcionalidade

Investimento total de R$2.250,00



Felipe Mancini é violonista, compositor, arranjador e produtor brasileiro. É formado em violão pela Escola de Música do Estado de São Paulo. Pesquisa a formação social da música brasileira, considerando os encontros e a diversidade étnica presente em toda a história.

Lançou em 2020 o single “Lambá”, arranjo para um vissungo – cantos afrobrasileiros de grande importância sociocultural nos tempos da escravidão e extração do ouro em Minas Gerais. Em 2019, lançou seu primeiro disco solo, “Passagem”, em que compôs e arranjou todas as músicas, além de tocar diversos instrumentos.

Durante  a pandemia de covid19, contribuiu à distância com gravações e produções para artistas de várias partes do mundo, como EUA, Inglaterra, Emirados Árabes e Coréia do Sul. Entre elas, arranjou e gravou a faixa “Just Chilling” para a artista sul coreana Neon Bunny, premiada com melhor álbum pop no Korean Music Awards em 2012.

Durante a pandemia, também ministrou o curso “Discutindo música brasileira a partir de aspectos sociais e históricos”.


Ainda com dúvida?

rocha.gi@gmail.com